Manutenção de Cabine Primária

A manutenção de cabine primária devem ser realizada de forma preventiva detecta falhas e problemas durante a transformação e distribuição adequada da energia que vem das concessionárias para a tensão ideal para as máquinas.

Esse tipo de iniciativa ajuda e muito na prevenção de falhas e com isso, na diminuição de prejuízos e gastos fora do orçamento, pois, quando não ocorre a manutenção de cabines, a subestação fica a mercê de possíveis imprevistos e com isso, pode ocorrer falta de alimentação de energia para a linha de produção, por exemplo.

A manutenção contempla:

• Testes e ensaios no transformador e avaliação de estrutura para checar possíveis vazamentos, substituição de óleo;
• Medições de isolação e contato nos disjuntores e avaliação de todo o sistema;
• Limpezas nas conexões das chaves seccionadoras, avaliação do aterramento e isolação e revisão das conexões.

Analise de Óleo Transformadores

Análise Cromatográfica

Em óleo isolante térmico de transformadores é realizada para identificar um possível desgaste e garantir o prolongamento da vida útil do seu aparelho.
Durante a operação de equipamentos com óleo mineral isolante, este e outros materiais isolantes sofrem, sob ação da temperatura e de tensões elétricas, um processo de decomposição química, que resulta na formação de gases que se dissolvem total ou parcialmente no óleo.
As análises desses gases resultantes revelam como o transformador vem trabalhando e as anormalidades ocorridas durante o processo.

Análise Fisio Química

Determina a condição de isolação e o estado de envelhecimento do óleo mineral isolante. Os resultados são comparados aos valores pré-estabelecidos em Normas.
Valores fora dos limites especificados indicam necessidade de tratamento termo-vácuo, substituição ou regeneração do óleo mineral.
A definição de cada ensaio segue abaixo:

Teor de água: Um elevado teor de água acelera a deterioração química do papel isolante e é indicativo de condições de operações indesejáveis, que requerem correções.
Rigidez Dielétrica: Serve para medir a capacidade de um óleo suportar tensões elétricas e indicar a presença de contaminantes como água e partículas condutoras.
Acidez: Indica que o óleo contém qualquer material ácido que além de aumentar a oxidação do óleo e formar borras, pode também promover a degradação do papel.
Cor: Um rápido aumento da cor indica deterioração ou contaminação do óleo.
Tensão Interfacial:Indica a presença de contaminantes polares que são substâncias químicamente ativas e, portanto vão acelerar o envelhecimento do óleo.
Fator de perdas dielétricas: Um alto fator de perdas é uma indicação de presença de contaminantes ou de produtos de deterioração, como umidade, carbono ou matérias condutoras, sabões metálicos e produtos de oxidação.
Analise furfuraldeído: analisa o estado de envelhecimento do papel isolante, através da análise de derivados de furanos dissolvidos no óleo mineral isolante. Possibilita o planejamento da substituição do transformador com base de informações técnicas de envelhecimento e não da idade cronológica do equipamento.

Esta é a solução que você procura?

Solicite uma proposta